Fale conosco

Energia solar fotovoltaica e seu nível de produção

A energia solar é ecologicamente correta e não polui em nada o meio ambiente. Ela tem atraído diversas formas de investimento em vários países, inclusive no Brasil. O país enxerga nela uma solução para economizar gastos com petróleo e com a construção de hidrelétricas. 

Segundo dados da International Energy Agency’s Trends in Photovoltaic Applications ao final de 2016 a China estava em primeiro lugar como o país que mais produziu energia solar, foram mais de 77 gigawatts instalados. Para todos esse número é muito proveitoso, pois um país tão rico quanto a China investir  em energia solar é supervantajoso.

O Brasil apesar de todo o potencial para a produção de energia solar ainda segue em baixa. O país tem em toda a sua extensão 23,76 megawatts, para você entender, um gigawatt representa 1000 megawatts. Se todos os projetos que estão em desenvolvimento forem de fato efetivados, estima-se que ainda em 2018 o Brasil se torne um dos 20 maiores produtores de energia solar fotovoltaica.

Confira dois projetos que garantem o futuro do Brasil.

Usina de Petrolina, Pernambuco.

Em Petrolina, um sistema de energia solar inédito foi instalado em 2017. A usina oferece uma alternativa para a geração de energia em massa pelas hidrelétricas. A intenção é com o tempo deixar de utilizar a água para produzir a nossa energia.

A energia solar é ecologicamente correta e não polui em nada o meio ambiente. Ela tem atraído diversas formas de investimento em vários países, inclusive no Brasil. O país enxerga nela uma solução para economizar gastos com petróleo e com a construção de hidrelétricas. Segundo dados da International Energy Agency’s Trends in Photovoltaic Applications ao final de 2016 a China estava em primeiro lugar como o país que mais produziu energia solar, foram mais de 77 gigawatts instalados. Para todos esse número é muito proveitoso, pois um país tão rico quanto a China investir em energia solar é supervantajoso. O Brasil apesar de todo o potencial para a produção de energia solar ainda segue em baixa. O país tem em toda a sua extensão 23,76 megawatts, para você entender, um gigawatt representa 1000 megawatts. Se todos os projetos que estão em desenvolvimento forem de fato efetivados, estima-se que ainda em 2018 o Brasil se torne um dos 20 maiores produtores de energia solar fotovoltaica. Confira dois projetos que garantem o futuro do Brasil. Usina de Petrolina, Pernambuco. Em Petrolina, um sistema de energia solar inédito foi instalado em 2017. A usina oferece uma alternativa para a geração de energia em massa pelas hidrelétricas. A intenção é com o tempo deixar de utilizar a água para produzir a nossa energia. A iniciativa do projeto é da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) juntamente com a Universidade Federal do Ceará (UFC). O objetivo é instalar em Pernambuco um projeto-piloto para que tecnologia heliotérmica seja analisada. A diferença para produção de energia por meio de painéis fotovoltaicos é que essa tecnologia consegue armazenar calor para ser utilizado durante o período noturno. A geração de energia heliotérmica utiliza o conjunto de captadores espelhados, distribuídos em uma área plana. Os espelhos se movimentam de acordo com a direção do sol e refletem os raios para uma torre solar, onde será transformado em energia e armazenado. Enquanto a energia solar fotovoltaica não consegue armazenar a energia, essa tecnologia é capaz de armazenar o calor produzido. Projeto Megawatt Solar da Eletrosul, Santa Catarina. A Eletrosul é responsável pela região sul do país, além do Mato Grosso do Sul e Rondônia. É uma empresa que vem demonstrando sua preocupação e comprometimento com o meio ambiente e com as fontes alternativas de energia. Por isso ela transformou sua sede administrativa, em Florianópolis, em uma usina de energia solar fotovoltaica. A potência instalada foi de um megawatt-pico, produzindo assim cerca de 1,2 gigawatts de energia durante todo o ano. A energia solar gerada atende aproximadamente 540 residências na cidade. Isso se deve as 4,2 mil placas fotovoltaicas na cobertura do edifício e do estacionamento, com um total de 8,3 mil metros quadrados de sistema fotovoltaico. É claro que os grandes projetos elevam significativamente o nível de energia solar que o país produz, mas os pequenos projetos, em especial os sistemas fotovoltaicos instalados em casa, fazem um grande volume de números e estatísticas. Isso fez o mercado de energia solar crescer mais de 300% em 2016, e elevar o nível do país em projetos de energia renovável. A Strom Brasil realiza projetos e soluções em energia solar fotovoltaica, se preocupa com o consumidor e com o meio ambiente. Se você possui interesse em um sistema fotovoltaico, entre em contato com a nossa equipe, tenha um atendimento personalizado e solicite seu orçamento pelo e-mail: proposta@strombrasil.com.br

A iniciativa do projeto é da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) juntamente com a Universidade Federal do Ceará (UFC). O objetivo é instalar em Pernambuco um projeto-piloto para que tecnologia heliotérmica seja analisada. A diferença para produção de energia por meio de painéis fotovoltaicos é que essa tecnologia consegue armazenar calor para ser utilizado durante o período noturno.

A geração de energia heliotérmica utiliza o conjunto de captadores espelhados, distribuídos em uma área plana. Os espelhos se movimentam de acordo com a direção do sol e refletem os raios para uma torre solar, onde será transformado em energia e armazenado. Enquanto a energia solar fotovoltaica não consegue armazenar a energia, essa tecnologia é capaz de armazenar o calor produzido.

Projeto Megawatt Solar da Eletrosul, Santa Catarina.

A Eletrosul é responsável pela região sul do país, além do Mato Grosso do Sul e Rondônia. É uma empresa que vem demonstrando sua preocupação e comprometimento com o meio ambiente e com as fontes alternativas de energia. Por isso ela transformou sua sede administrativa, em Florianópolis, em uma usina de energia solar fotovoltaica.

A energia solar é ecologicamente correta e não polui em nada o meio ambiente. Ela tem atraído diversas formas de investimento em vários países, inclusive no Brasil. O país enxerga nela uma solução para economizar gastos com petróleo e com a construção de hidrelétricas. Segundo dados da International Energy Agency’s Trends in Photovoltaic Applications ao final de 2016 a China estava em primeiro lugar como o país que mais produziu energia solar, foram mais de 77 gigawatts instalados. Para todos esse número é muito proveitoso, pois um país tão rico quanto a China investir em energia solar é supervantajoso. O Brasil apesar de todo o potencial para a produção de energia solar ainda segue em baixa. O país tem em toda a sua extensão 23,76 megawatts, para você entender, um gigawatt representa 1000 megawatts. Se todos os projetos que estão em desenvolvimento forem de fato efetivados, estima-se que ainda em 2018 o Brasil se torne um dos 20 maiores produtores de energia solar fotovoltaica. Confira dois projetos que garantem o futuro do Brasil. Usina de Petrolina, Pernambuco. Em Petrolina, um sistema de energia solar inédito foi instalado em 2017. A usina oferece uma alternativa para a geração de energia em massa pelas hidrelétricas. A intenção é com o tempo deixar de utilizar a água para produzir a nossa energia. A iniciativa do projeto é da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) juntamente com a Universidade Federal do Ceará (UFC). O objetivo é instalar em Pernambuco um projeto-piloto para que tecnologia heliotérmica seja analisada. A diferença para produção de energia por meio de painéis fotovoltaicos é que essa tecnologia consegue armazenar calor para ser utilizado durante o período noturno. A geração de energia heliotérmica utiliza o conjunto de captadores espelhados, distribuídos em uma área plana. Os espelhos se movimentam de acordo com a direção do sol e refletem os raios para uma torre solar, onde será transformado em energia e armazenado. Enquanto a energia solar fotovoltaica não consegue armazenar a energia, essa tecnologia é capaz de armazenar o calor produzido. Projeto Megawatt Solar da Eletrosul, Santa Catarina. A Eletrosul é responsável pela região sul do país, além do Mato Grosso do Sul e Rondônia. É uma empresa que vem demonstrando sua preocupação e comprometimento com o meio ambiente e com as fontes alternativas de energia. Por isso ela transformou sua sede administrativa, em Florianópolis, em uma usina de energia solar fotovoltaica. A potência instalada foi de um megawatt-pico, produzindo assim cerca de 1,2 gigawatts de energia durante todo o ano. A energia solar gerada atende aproximadamente 540 residências na cidade. Isso se deve as 4,2 mil placas fotovoltaicas na cobertura do edifício e do estacionamento, com um total de 8,3 mil metros quadrados de sistema fotovoltaico. É claro que os grandes projetos elevam significativamente o nível de energia solar que o país produz, mas os pequenos projetos, em especial os sistemas fotovoltaicos instalados em casa, fazem um grande volume de números e estatísticas. Isso fez o mercado de energia solar crescer mais de 300% em 2016, e elevar o nível do país em projetos de energia renovável. A Strom Brasil realiza projetos e soluções em energia solar fotovoltaica, se preocupa com o consumidor e com o meio ambiente. Se você possui interesse em um sistema fotovoltaico, entre em contato com a nossa equipe, tenha um atendimento personalizado e solicite seu orçamento pelo e-mail: proposta@strombrasil.com.br

A potência instalada foi de um megawatt-pico, produzindo assim cerca de 1,2 gigawatts de energia durante todo o ano. A energia solar gerada atende aproximadamente 540 residências na cidade. Isso se deve as 4,2 mil placas fotovoltaicas na cobertura do edifício e do estacionamento, com um total de 8,3 mil metros quadrados de sistema fotovoltaico.

É claro que os grandes projetos elevam significativamente o nível de energia solar que o país produz, mas os pequenos projetos, em especial os sistemas fotovoltaicos instalados em casa, fazem um grande volume de números e estatísticas. Isso fez o mercado de energia solar crescer mais de 300% em 2016, e elevar o nível do país em projetos de energia renovável.

A Strom Brasil realiza projetos e soluções em energia solar fotovoltaica, se preocupa com o consumidor e com o meio ambiente. Se você possui interesse em um sistema fotovoltaico, entre em contato com a nossa equipe, tenha um atendimento personalizado e solicite seu orçamento pelo e-mail: proposta@strombrasil.com.br



Contato

Envie sua mensagem para nós.

Informações

GOIÂNIA - GO - BRASIL

Av. 136 n° 761 11° Andar
Setor Sul, CEP 74.093-250
Goiânia – GO

TEL.: +55 62 3932 3239
BRASÍLIA - DF - BRASIL

SBS Qd. 2 n° 12 8° Andar
Ed. Prime, CEP 70.070-120
Brasília – DF

TEL.: +55 61 3011 4040

Goiânia

Brasília