O que é autoconsumo remoto e como funciona?

A partir do momento em que entrou em vigor a Resolução Normativa 482/2012 da ANEEL, é permitido a todo e qualquer brasileiro o autoconsumo remoto. Isso quer dizer que qualquer pessoa pode gerar a sua própria energia elétrica utilizando fontes renováveis. Sendo que, entre as principais estão: energia hídrica; eólica; geotérmica; ondas e marés; biomassa; e solar.

Dessa forma é possível que o consumidor se torne um micro ou mini gerador de energia distribuída. Isso quer dizer que eu, você e qualquer outra pessoa pode gerar a própria energia, seja em casa, na empresa, na indústria ou na fazenda. Dessa forma, toda a produção vai suprir o autoconsumo imediato e o excedente será direcionado para a rede de distribuição da concessionária local.

Assim, no final do mês a concessionária fará os cálculos da diferença entre a quantidade de energia que foi produzida e a que foi gasta. Se o autoconsumo tiver sido maior que a produção, será preciso pagar a diferença. Agora, se a produção for maior, a energia (que é automaticamente enviada para a rede de energia local) é convertida em créditos. Esses créditos poderão ser usados pela unidade em até 60 meses.

O que é autoconsumo remoto?

O autoconsumo remoto é caracterizado pelas unidades consumidoras de titularidade, seja Pessoa Física ou Jurídica, que possua usina de microgeração ou minigeração distribuída em diferentes locais do consumo. Desde que estejam dentro da mesma área de concessão ou permissão, onde a energia que está “sobrando” será compensada.

Dessa forma, toda energia que é gerada por um sistema fotovoltaico instalado em uma localidade poderá ser utilizada para reduzir a conta de energia de outro lugar, completamente diferente. Digamos que você instale um sistema na sua fazenda, ele poderá ser usado para compensar o excedente de energia gerado nas outras contas de energia que estão com o mesmo CPF ou CNPJ.

Agora, um detalhe importante: é preciso que todas as contas (com mesmo CPF e CNPJ) sejam atendidas pela mesma concessionária de energia. Isso quer dizer que se você tem um sistema fotovoltaico instalado em uma fazenda em Goiás, onde a distribuidora é a ENEL, e quer utilizar o excedente na sua casa no Mato Grosso, onde a distribuidora é a AGER, isso não será possível.

Por que usar o autoconsumo remoto?

Ele vantajoso porque permite que seja instalado apenas um sistema de geração de energia solar de maior porte e potência. Assim evita diversas instalações menores em locais distintos. Situação que maximiza o ganho econômico do consumidor.

Esse benefício pode ser adquirido por qualquer consumidor que compra energia diretamente da distribuidora. Dessa forma, se você atende estes requisitos e já possui um sistema de geração da energia fotovoltaica, você pode aderir ao sistema de compensação de créditos de energia solar e aproveitar o benefício do autoconsumo remoto.

Caso você ainda não tenha um sistema fotovoltaico instalado e está analisando as possibilidades de adesão, entre em contato com a nossa equipe, tenha um atendimento personalizado e solicite seu orçamento pelo e-mail: proposta@strombrasil.com.br.

Benefícios do autoconsumo remoto

– Serve para várias unidades

Podemos citar como principal vantagem a geração de créditos de energia solar para várias unidades. Assim, se você tem um sistema de geração de energia fotovoltaica na sua residência ou empreendimento, será possível gerar créditos de energia para outras unidades consumidoras que esteja sob mesma titularidade.

Os créditos gerados possuem validade de 60 meses. Além disso, se em determinado mês a produção de energia for maior do que o consumido, os créditos poderão ser destinados ao percentual que você desejar para reduzir as contas de energia das outras unidades consumidoras.

– Pode ser instalada em outros lugares

Por exemplo, se na sua casa não existe um espaço propício para a instalação de um sistema fotovoltaico, você pode instalar em qualquer outro lugar. Dessa forma você pode até aproveitar uma área subutilizada para gerar energia que irá abastecer outras unidades consumidoras. O que também se aplica a locais com muito sombreamento ou baixo índice de irradiação solar.

– Investimento inteligente

Se você mora em uma região com baixa irradiação solar, por exemplo, investir em produção de energia solar é uma excelente opção! Isso porque, como dissemos nos itens anteriores, você pode instalar o sistema em uma região com alta intensidade de raios solares e utilizar o autoconsumo remoto.

Dessa maneira você poderá produzir maior quantidade de energia elétrica com um sistema fotovoltaico de menor potência.

– Transforme sua conta de energia em uma despesa fixa

A sua conta de energia poderá chegar a ser reduzida em até 95%. Não é possível ser 100% porque as concessionárias cobram custos de manutenção, como a taxa de iluminação pública, mesmo que o consumo na unidade seja zerado.

A partir do momento em que um sistema fotovoltaico é instalado, o custo da energia elétrica passa a ser fixo e previsível. Isso porque se a energia gerada for suficiente para cobrir o consumo, você vai pagar apenas os custos de manutenção. Juntando o autoconsumo remoto você ainda vai poder usar todo o excedente e os créditos da forma que for mais conveniente.

Para começar a usar energia solar e autoconsumo remoto

A Strom Brasil realiza projetos e soluções em energia solar fotovoltaica, se preocupa com o consumidor e com o meio ambiente. Se você possui interesse em um sistema fotovoltaico, entre em contato com a nossa equipe, tenha um atendimento personalizado e solicite seu orçamento pelo e-mail: proposta@strombrasil.com.br. Ah, não se esqueça de nos seguir no Facebook e Instagram!



Contato

Envie sua mensagem para nós.

Informações

GOIÂNIA - GO - BRASIL

Av. 136 n° 761 11° Andar
Setor Sul, CEP 74.093-250
Goiânia – GO

TEL.: +55 62 3932 3239
BRASÍLIA - DF - BRASIL

SBS Qd. 2 n° 12 8° Andar
Ed. Prime, CEP 70.070-120
Brasília – DF

TEL.: +55 61 3011 4040

Goiânia

Brasília